Posicionamento de sua Marca na internet

Muitos empreendedores já repararam no poder do marketing digital para aumentar as vendas e conquistar a clientela, enquanto outros ainda pensam que essa é uma estratégia apenas para as gigantes. A verdade é que esse é um ótimo espaço para que PMEs (Pequenas e Médias Empresas) possam buscar mais destaque do que em mídias tradicionais, como anúncios em impressos.

A importância de posicionar a marca na internet

Você sabia que existem no Brasil quase 100 milhões de pessoas com acesso à internet? Ou seja: quase a metade da nossa população. Isso significa que o perfil dos consumidores também vem mudando a passos largos.

A consequência disso é que a maior parte das pessoas prefere pesquisar online antes de sair de casa e ir até um estabelecimento comercial que possa oferecer respostas para seus desejos e necessidades. Na prática, isso significa que os mecanismos de pesquisa (Google, Yahoo!) se tornaram as novas fachadas de uma empresa.

Se o seu negócio não aparecer nesses resultados, ou você não estiver monitorando esses espaços virtuais, é muito provável que o público acabe partindo para os concorrentes.

Confira nossas dicas para não cair nesse problema:

1. Atualize seu site

Sites não são mais cartões de visita para pegar um telefone ou endereço de e-mail. Eles são partes vitais para posicionar a marca na internet. Lá, as pessoas terão acesso a quem você é, aos seus produtos e serviços, localização, além de informações que vão ajudar seu cliente a ter certeza de que você tem a resposta para o que ele quer ou precisa.

Ressaltamos que qualquer produção digital deve ser adaptada, também, para o acesso por dispositivos móveis (tablets, smartphones), garantindo que todo visitante tenha a melhor experiência.

2. Aposte na produção de conteúdo

A produção e manutenção de um blog se tornou um ótimo canal para trazer possíveis clientes para o seu estabelecimento e é outra parte essencial do marketing digital. Sabe como? Informação!

Pense que o seu cliente tem uma dúvida. Na hora da pesquisa, ele acaba usando uma palavra chave (keyword, em inglês) que encontra diretamente um artigo publicado por sua empresa. O primeiro passo para começar a desenvolver essa estratégia é fazer uma pesquisa de mercado e levantar quais são os termos mais usados na sua área. Produza conteúdos fáceis, diretos e objetivos. O importante é mostrar a competência do negócio ao lidar com a questão.

3. Invista nas redes sociais

Além de muito populares, as redes sociais são ótimos ambientes para você conquistar uma audiência para as informações que publica no blog. Além disso, elas também permitem uma interação direta com as pessoas, para compartilhar novidades e acompanhar suas menções.

Mais um benefício: são ótimos canais para atendimento e vendas! Gratuitos e fáceis de usar, vão ajudar seu cliente a chegar até você com muito mais rapidez. Isso ajuda a posicionar a marca na internet como uma empresa que se preocupa em usar a tecnologia em favor do cliente.

4. Use – muito! – SEO

Falamos lá em cima em atualizar o site e produzir conteúdo. SEO (Search Engine Optimization ou simplesmente Otimização de Sites) tem tudo a ver com ambos. Ele é um conjunto de estratégias e técnicas para fazer com que seu site tenha um bom posicionamento nos resultados das buscas orgânicas.

Por exemplo: você trabalha com brigadeiros gourmet. Só que, ao digitar esse termo de pesquisa no Google, você aparece na décima página de resultados. Ou seja: quase ninguém vai chegar até você.

Ao investir em conteúdo relevante, em um site navegável, atualizado e seguro, além de outras coisas, você faz com que ele saia da décima página para o primeiro link orgânico (sem contar os anúncios). Isso faz toda a diferença para o seu negócio.

5. Crie a sua identidade visual

Seu logo é aquilo que vai captar a essência de quem você é. Sendo assim, para posicionar bem a marca na internet, você precisa que seu público reconheça e entenda o seu negócio no menor tempo possível.

Invista em criar uma identidade visual que mostre ao mundo o seu profissionalismo, sem abrir mão da criatividade. Lembre-se de que o aspecto visual é fundamental para ter sucesso nessa jornada.

6. Contrate um serviço de fotografia

Sabendo que as imagens são poderosas, nada de fazer algumas imagens com o celular para apresentar sua empresa e seus produtos. Contrate um serviço com qualidade e experiência nesse tipo de solução.

Provavelmente, suas fotos serão o primeiro contato de um consumidor com o seu negócio. Imagens muito pesadas, distorcidas ou feias acabam minando a confiança do público na sua empresa.

Aliás, dependendo da sua área de negócio, uma ótima sugestão são os tours virtuais 360, que fazem seu cliente se sentir dentro do seu estabelecimento.

7. Use (também) as mídias pagas

Você não precisa apenas contar com os resultados orgânicos nos buscadores para poder se destacar e posicionar a marca na internet! Empresas como Google, Facebook, Twitter e Instagram oferecem ótimas possibilidades de anúncio! Além de orçamento flexível, muitas delas têm painéis de administração de campanhas simples e fáceis de usar, além de oferecer possibilidades de segmentar anúncios, para fazer com que seu anúncio apareça apenas para quem tem interesse.

O melhor é ir testando aos poucos cada formato e mídia, até chegar em uma combinação que funciona melhor para sua empresa!

8. Encontre o seu diferencial

O que faz da sua empresa única? As vezes a resposta vem fácil, em outros casos você precisa buscar com mais cautela. O fato é que o seu diferencial sempre existe.

Para posicionar a marca na internet, reforçar esse diferencial é uma dica preciosa. Isso ajuda o seu público a entender por que ele deve fechar negócio com você e, mais, ele ajuda a identificar o seu negócio. Basta pesquisar grandes marcas como Google, Nike e Apple para entender que, mais do que anunciar produtos ou serviços, eles anunciam quem eles são e o que fazem de melhor.

9. Teste novas coisas

Uma das maravilhas do mundo digital é que as novidades parecem não ter fim e surgem num ritmo alucinante. Não tenha medo de testar coisas diferentes. Algumas vão funcionar, outras não, isso faz parte. Mas elas serão sempre essenciais para que sua empresa encontre o melhor formato de presença digital.

Fonte: 360 3D

Share